And it feels like home.

quarta-feira, 4 de agosto de 2010

"Separar" é um verbo que ama estar no gerúndio. Uma transição que tende a eternidade.

Pensei ter vivido uma grande história.

Sorrido junto. Chorado. Compartilhado. Pensei ter vivido.

Pensei ter amado.

E aí descobri que nada "era". Tudo é.

Pensei errado.

Você é minha história. Quase eu por inteira.

Meu melhor pedaço, que agora por fim, se desprendeu.

Nosso fim se estendeu. Pensei que estaria pra sempre "fim-zando" você, mas o português não me deu de presente esse verbo.

E nossa transição parece ter final-mente chegado em algum lugar. Um lugar onde esse amor é inteiro.

Onde não existe um gerúndio que abrace eu e você ao mesmo tempo.

Então, que seja fim. Que seja feliz.

Mas que o nosso verbo continue gritando em todo e qualquer lugar.

E que continue grito. Continue nosso.

Continue sendo.

Vivo.


Um comentário:

  1. uau!
    e num é q a minina sabe escrever?
    identifiquei!
    e num foi pouco não!
    :P

    ResponderExcluir