And it feels like home.

sexta-feira, 14 de janeiro de 2011

Que medo é esse?

O sol na janela nem sempre invade toda a sala de uma vez.

E a fresta só vai crescendo a medida que se abre a porta.

As cores ainda perdem o tom quando você desperdiça tanta poesia, sabia?

Me dói ver tanta angústia em encontrar pra dividir.

Deixe essa pressa para os que não sentem.

Sabe, o que já vem pronto sempre me pareceu falso.

E um tanto frágil.


Que medo é esse?

Não banalize as borboletas,

porque elas param de voar.

E você nunca soube viver no chão.


4 comentários:

  1. Não gosto do pronto, do acabado...gosto das possibilidades, bonito texto =]

    http://pamelabento.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. "o que já vem pronto sempre me pareceu falso."
    FATO

    ResponderExcluir